August 30, 2016

Please reload

Recent Posts

Tudo sobre MotorHome e Minha Viagem para Utah!

February 24, 2017

1/10
Please reload

Bosque Encantado de Huilo Huilo - Aventuras, Fotografia e Animais Raros

15-Apr-2016

 

 

 

 

 

Imagine um lugar mágico.

 

Huilo Huilo com seus bosques nevados, cachoeiras espetaculares, vulcôes e vida animal endêmica com certeza se enquadraria nessa definição.

 

Vale a pena assistir o vídeo acima!

 

Ah, lembrando que essa é só a primeira parte, então inscreva-se aqui no site e também no Youtube clicando no botão acima!   :)

 

 

 

A reserva ecolôgica tem aproximadamente 100mil hectares de selva patagônica e fica localizada na parte sul do Chile. Lá é a casa de 95 espécies de aves, 12 mamíferos, 328 espécies de flores e áreas de bosque que nunca foram tocadas pelo ser humano.

 

 

Minha primeira parada foi no lago Pirehueico, onde peguei um pequeno barco para conhecer umas quedas d´água que caem da montanha direto sobre o lago.

 

O porto Fui, de onde sai a embarcação é uma tração a parte, com direito áqueles piers de madeira de filme.

 

 

 

Sai de lá com boas fotos, mas debaixo de chuva. Peguei o carro e segui para outra cachoeira, o Salto do puma.

 

 

Como estava em época de desgelo, a quantidade de água na cachoeira estava acima da média e a nevoa projetada no mirante (somada a chuva fraca) impediu que eu conseguisse uma boa foto.

 

Mesmo assim valeu a vista.

 

 

 

 

Antes da terceita cachoeira da viagem fui pro hotel descansar e recarregar as baterias das câmeras. Um dos grandes pontos positivos dessa regiâo é que, apesar de bastante selvagem, conta com uma rede de hoteis excelente!

 

 

 

Eu fiquei no Nothofagus, um dos lugares mais incríveis que já me hospedei!

 

Uma arquitetura maluca, todo construído com madeira de reflorestamento e com ótima comida.

 

A vista do meu quarto dava direto pro bosque. Muito legal!

 

 

 

 

 

Ao cair da noite sai pra conhecer o cartão postal do lugar, o salto Huilo Huilo, onde tentei fazer uma foto no estilo light painting, deixando o obturador aberto e pintando a paisagem com uma lanterna bem potente. Mas por causa do volume de água e na névoa levantada pela queda de 38 metros, a foto não ficou legal.

 

 

O jeito foi levantar mais cedo no dia seguinte e voltar ao lugar.

 

Desta vez fotografei com a câmera de infra-vermelho e a foto saiu incrível e fez juz ao cenário.

 

(É a primeira foto desse post!)